21.6.10

Poesia Urbana

Sabe aquela lixeira na rua que parecia estar olhando feio pra você? Pode não ser apenas sua imaginação, ela pode mesmo estar viva...

Basta ter passado por aquela rua a francesinha Sandrine Estrade Boulet. A artista deve ter visto muitos objetos nas ruas com olhares estranhos, e talvez por isso tenha resolvido dar-lhes o seu toque de vida.
Sandrine fotografa elementos nas ruas e com "simplicidade", através da manipulação de fotos, ela dá a lixeiras, copos, totens, ou qualquer outro objeto que esteja dando sopa, um ar incrivelmente humano e descontraído.


Curta os outros trabalhos da garota e sua visão fantástica do mundo em duas galerias recheadas com criatividade e poesia no: Sandrine-estrade-boulet.com

"Eu sabia... aquela lixeira não podia ser apenas coisa da minha cabeça..."

Comenta aí!

Related Posts with Thumbnails